Profissionais da Educação

Posted by & filed under .

Reconhecidamente, existe uma identificação da sociedade com a priorização da educação no nosso país, nesse sentido, apregoam, quase de forma uníssona, que a educação – instrução – é a alternativa eleita para se reverter as mazelas sociais. Porém, em meio a esse despertar, não se apresentam alternativas que valorizem a dignidade humana do Professor. Pelo contrário, há, hoje, uma inversão de valores que deságua, como consequência, no mar do descaso com a condição humana desta pessoa, logo  especialmente com a que, realmente, transfere pessoas duma condição de agnosia para, no mínimo, condição de saber básico.

Evidentemente, que essa classe – profissionais da educação –, há muito sente o reflexo desse descaso, principalmente por meio do congelamento da sua remuneração, isso sem prejuízo das mais variadas e irrisórias contrapartidas. Sabemos que existem regiões no Brasil que, gerencialmente, assalariam os seus professores com esmolas que chegam a míseros cem reais.

Contudo, recentemente, o Ministério da Educação anunciou o reajuste de 22,22% no piso salarial dos professores, isso com vista a dar efetividade à Lei que instituiu o piso nacional de salário dos profissionais da educação em 2008.

Então, se essa política não deve ser recepcionada como a solução para o decréscimo na remuneração básica do professor nos últimos decênios, ainda assim, entendemos que esse paliativo deve ser enaltecido e revigorado anualmente até que se tenha atingido o equilíbrio na contrapartida desse profissional. Mais ainda, devemos, principalmente, defender a efetivação dessa Lei em todos os municípios do nosso país.

Sabemos que a valorização do profissional de educação não se confunde com a priorização da educação no nosso país, mas esta não se concretiza sem a devida reparação daquela. Por isso, harmoniza-se com essa assertiva a afirmação do Ministro da Educação, Aloizio Mercadante:
“A questão do salário do professor não é apenas trabalhista, mas uma questão de valorização”.

Fonte: Ministério da Educação

Comments are closed.